Outra Economia Acontece

Loading...

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A Idade Média retorna na UNIBAN

Recentemente, um fato lamentável ocorreu na UNIBAN. Uma jovem é expulsa da Universidade sobre os gritos de "puta", "vagabunda", por estar usando uma mini-saia.

Os gritos de uma multidão ecoaram num ambiente de ensino (acadêmico) visando a humilhação pública de uma jovem. Até gritos louvando o estupro foram ouvidos.

A "universidade-mercadoria" que vende para os jovens possibilidade de "ascensão social", louvando o deus-mercado, a competição, dá mostras de que tipo de cidadão estão formando. Uma não-cidadania fundado num obscurantismo medieval, onde a multidão em fúria, goza com a fogueira, com a expulsão do herege. Uma cena que se aproxima muito daquelas vistas na Idade Média onde mulheres eram queimadas acusadas de bruxas.

O machismo estrutural da sociedade brasileira ganhou nas vozes de estudantes universitários sua manifestação, sua expressão.

A idade média retorna na UNIBAN.... a universidade-mercadoria como expressão máxima da caixa de ressonância do desejo fascista, da multidão enfurecida, do gozo de uma moral hipócrita. O capitalismo e sua negação da solidariedade dobrou o espaço-tempo trazendo a luz do dia, numa instituição de ensino superior, o obscurantismo da idade média, expressando a potência do machismo na sociedade brasileira.

A pergunta é o que fez a UNIBAN?

Assista essa barbaridade na UNIBAN.

Nenhum comentário: