Outra Economia Acontece

Loading...

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Novembro Santarém recebe o Fórum Social Pan Amazônico

Por Edilberto Sena*

Este ano de 2010 será fértil em encontros e seminários em Santarém, uns bem importantes, outros nem tanto. Mesmo sem relevância para odesenvolvimento humano uns e outros mais, todos juntarão bastante pessoas motivadas. O mais importante evento do ano está previsto para novembro. Será o Fórum Social Pan Amazônico, que reunirá em Santarém cerca de cinco mil pessoas vindas de vários países da América do Sul e de alguns países europeus e norte americanos.A razão da expectativa de ser o mais importante dos eventos na região é a relevância dos assuntos a serem tratados.
Nesta época histórica em que a democracia representativa está em grave crise de credibilidade em vários países, por causa dos desgastes provocados por políticos irresponsáveis, é que a sociedade civil começa a assumir a democracia direta, discutindo suas necessidades, fazendo pressões sobre as autoridades, se organizando e partindo para as ações reivindicativas em busca do bem comum. É neste contexto histórico que o Fórum Social ganha importância.
Em Santarém, durante o evento se discutirão questões sérias que afetam avida tanto das populações do Oeste do Pará, como do Suriname; tanto dos povos indígenas do Peru, quanto os da Bolívia. Nas mesas de debates não estarão presidentes, deputados, desembargadores, nem governadores, mas sim, líderes de organizações sociais. E não serão apenas exposições de problemas, mas composições de alianças, de apoio comum em lutas semelhantes.
Estas são muitas e problemas são mais ainda: pobreza, desigualdade social, epidemias, invasão oficializada por autoridades nacionais, de empresas estrangeiras explorando as riquezas da região, especialmente minérios e madeiras de lei,construções de hidrelétricas causadoras de prejuízos sociais e ambientais às populações locais.Como as autoridades de quase todos os países sul americanos vivem preocupadas com crescimento econômico, em PACs e IIRSA, as organizações da sociedade civil procuram exercer seu direito de melhorar as vidas de seus semelhantes, em buscar o bem comum. Daí a grande importância dos vários fóruns que ocorrem em várias partes do mundo.
Neste ano, a vez é de Santarém receber o Fórum Social Pan-Amazônico, para o qual estão convidados todos os grupos sociais que buscam o bem comum, tanto de Santarém, como de todo o Oeste do Pará. O exercício da democracia direta cresce na medida em que se participadas lutas comuns, com ou sem o poder público concordando.
*Padre diocesano e Coordenador da Rádio Rural AM de Santarém. Editorial de 06 de janeiro de 2010.

Nenhum comentário: