Outra Economia Acontece

Loading...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Cerveja Bolívar - A cerveja do Comércio Justo (Europa)

Texto no original (espanhol)
Simón Bolivar não é só o nome de diversas ruas, colégios e bibliotecas na América Latina. A partir de agora, o Libertador dá nome a uma cerveja produzida e distribuida na Espanha, seguindo os princípios do comércio justo, pela organização Intermón Oxfam.

A cerveja "Bolívar", que pode ser encontrada tanto na versão escura como clara, é elaborado com quínoa da Bolívia, arroz da Tailândia e açucar da Costa Rica e ao cumprir com os princípios do Comércio Justo dá garantia a melhoria nas condições de vida de seus produtores. Do mesmo modo, garantirá aos consumidores que durante todo o processo de elaboração tem-se respeitado o meio ambiente.


No caso do “Bolívar”, o açucar utilizado procede da cooperativa Coopecañera, que trabalha com pequenos grupos de produtores da Costa Rica, que beneficiam por volta de 8000 pessoas. Por outro lado, a quínoa é elaborada pela cooperativa Anapqui, da Bolívia, uma organização que agrupa aredor de 1000 pequenos produtores tradicionais.

O arroz, é produzido pelo grupo produtor GreeNet, formado em 1993 na Taílandia. Nessa cooperativa tem conseguido criar moinhos comunitários para os pequenos agricultores que trabalham com eles, de maneira que os próprios camponeses organizam a compra do arroz, e envase e seu transporte. Além disso, tem fomentado a criação de casas de alimentação e tendas comunitárias.
“Bolívar” foi fabricada com métodos tradicionais belgas e tem um preço de dois euros. Esse produto pode ser adquirido nas 48 tendas de comércio justo de Intermón Oxfam na Espanha, ou através da tenda eletrônica (www.intermonoxfam.org/tienda).
“O feito de impulsionar o desenvolvimento sustentável de diversas comunidades locais na América Latina é uma boa razão para que as lojas especializadas em produtos latinos adquiram esse produto”, afirmou a Tribuna Latina, uma fonte de Intermon Oxfam).
tradução: Leo Pinho

Nenhum comentário: