Outra Economia Acontece

Loading...

quinta-feira, 19 de março de 2009

Reflexões e Informações sobre a Certificação Participativa

O Fórum Paulista de Ecosol irá realizar no dia 04 de abril, das 9h as 18hs, no Centro Público de Economia Solidária de Osasco, um Seminário voltado a discutir a Certificação Participativa de produtos e serviços da ECOSOL.

Para enriquecermos os nossos debates durante o Seminário segue um conjunto de textos e publicações sobre a Certificação Participativa no Brasil, bem como acerca, do Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário.
Boas Leituras! (É só clicar nos títulos para abrir os textos)

Até o dia 04 de Abril no nosso Seminário.

O Caderno de Formação em Certificação Participativa de Produtos Ecológicos da Rede Ecovida de Agroecologia é resultado do trabalho de sistematização de uma nova metodologia de certificação que a Rede Ecovida está construindo a partir da geração de credibilidade resultante da formação contínua em agroecologia e da aproximação entre agricultores familiares ecologistas e consumidores - a certificação participativa.

Certificação Participativa em Rede: Um processo de certificação adequado à Agricultura Familiar Agroecológica no Sul do Brasil – Relatório Técnico Final (junho de 2005)
O Projeto “CERTIFICAÇÃO PARTICIPATIVA EM REDE: UM PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO ADEQUADO À AGRICULTURA FAMILIAR AGROECOLÓGICA NO SUL DO BRASIL” foi executado a partir do Termo de Concessão do processo nº 52.0847/01-6 entre o CNPq e o pesquisador com o respaldo para execução do CEPAGRO, tendo como espaço para realização das ações a Rede Ecovida de Agroecologia.

Este projeto foi apresentado ao CNPq no intuito de contribuir para a construção e sistematização da metodologia de certificação participativa em rede desenvolvida pela ECOVIDA numa perspectiva interna, para dentro da Rede e externa, no ambiente interinstitucional que norteia as questões relativas à agricultura orgânica, a certificação e os regulamentos deste setor. O principal motivo do ponto de vista interno foi a necessidade encontrada pelas organizações integrantes da ECOVIDA em estudar melhor e “colocar no papel” a prática de muitos anos e do ponto de vista externo, poder caracterizar seu procedimento como pertinente e fruto de relações sociais que fosse capaz de não permitir que o mercado ou a legislação prejudicasse sua história e seu trabalho.

Certificação Socioparticipativa, mais do que um instrumento de confiabilidade para o mercado dos produtos orgânicos, é uma poderosa estratégia de construção da cidadania, buscando mobilizar tanto as comunidades regionais quanto a sociedade como um todo, pela produção e consumo de alimentos mais saudáveis e harmonizados com as atuais demandas de preservação dos ambientes naturais.


Esta cartilha é resultado do trabalho conjunto do GAO - Grupo de Agricultura Orgânica por meio do GT de certificação participativa. E tem por finalidade subsidiar as mais de 100 oficinas previstas no Projeto Nacional Certificação Participativa em Rede: Uma proposta para o Brasil, apoio MDA/SAF, que ocorreram em diversos estados de 4 regiões brasileiras as quais têm por objetivo construir e consolidar um processo diferenciado de certificação de produtos da agricultura orgânica a certificação participativa em rede.

Cartilha: Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário – FACES do Brasil

A Cartilha publicado pelo FACES do Brasil é resultado de um processo nacional de dialogo e construção coletiva da proposta de Instrução Normativa (IN) para a criação de um Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário. Atualmente a IN esta em tramitação junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Nenhum comentário: